Lula: Eu desafio o MP, PF e Moro a provar 1 real na minha vida que não seja honesto


O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva voltou a criticar as investigações da Operação Lava-Jato durante discurso, na noite desta terça-feira (29), em Quixadá, cidade distante 167 km de Fortaleza. O petista, que realiza uma caravana pelo Nordeste, desafiou os investigadores a apresentarem provas contra sua honestidade.

“Eu desafio o Ministério Público da Lava-Jato, a Polícia Federal da Lava-Jato e o juiz Moro a apresentar um real da minha vida que são seja honesto. Se eles apresentarem, eu peço desculpas a vocês. Se eles não apresentarem, que eles peçam desculpas na televisão”, disse o ex-presidente. Vindo de Mossoró, o petista chegou ao Ceará no fim da manhã desta terça e sua primeira parada foi em Quixeré. De lá, seguiu viagem a Quixadá, onde visitou o Instituto Federal do Ceará (IFCE) e discursou para um grande público ao lado do governador Camilo Santana, do prefeito de Quixadá Ilário Marques e de aliados políticos, como os deputados José Guimarães e Luizianne Lins.


Durante sua fala, o ex-presidente lembrou que faltam 14 meses para as eleições de 2018 e afirmou que é capaz de consertar o Brasil. “Se eles não sabem consertar esse País, um metalúrgico, sem diploma universitário, é capaz de consertar esse País, que eles mesmo quebraram”. Com problema na voz, Lula começou o discurso explicando que iria tentar falar devagar porque estava tomando muitos remédios e que sua voz já não era tão forte. O ex-presidente ressaltou também as conquistas do seu governo e o que fez para o desenvolvimento do Nordeste.

“Não é mais justo o Nordeste continuar sendo a parte que tinha menos universidade, menos doutor. O pobre passou a participar da economia desse País. Na verdade, eu tenho consciência do que fizemos nesse País e tenho consciência de que pela 1ª vez o Nordeste foi tratado com respeito”, reforçou. Lula também falou sobre o orgulho que sente por ter construído muitas universidades na região e citou a importância da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab). O ex-presidente terminou seu discurso falando das eleições de 2018. Nesta quarta (30), o petista segue em viagem pelo Ceará e vai até o Crato, na Região do Cariri.


Um comentário em “Lula: Eu desafio o MP, PF e Moro a provar 1 real na minha vida que não seja honesto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *